O que é neurocirurgia?

Neurocirurgia: Os primeiros registros deste ofício no Brasil datam do início do século XVIII, quando um conceituado médico mineiro teria realizado com sucesso, um procedimento no crânio de um escravo que havia sofrido uma lesão ocasionada pela queda de um galho em sua cabeça. Somente dois séculos mais tarde, que a disciplina seria lecionada no país, tendo início na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro.

A neurocirurgia é a especialidade dentro da medicina voltada aos tratamentos de doenças relacionadas ao cérebro por meio da intervenção cirúrgica. A especialidade exige que após o término da faculdade, passe por residência em Neurocirurgia.

Quem opta por esse meio deve buscar constante atualização dos procedimentos e métodos, para que o paciente receba o melhor tratamento possível. O fato de este ser um meio que esta em constante evolução faz com que independente da idade do profissional, o estudo contínuo se torne essencial.

Dentro desta especialidade existem três tipos de cirurgias, sendo elas as cranianas, as espinhais e as dos nervos periféricos. As cirurgias cranianas exigem destreza por parte do médico que, por sua vez, deve identificar o procedimento mais adequado para a abertura do crânio. Essa escolha do método varia de acordo com tamanho, formato e região de interesse.

Uma parte da especialidade muito difundida é a neurocirurgia pediátrica, voltada para o cuidado próprio ao lidar com crianças que, por exemplo, reagem de maneira diferente aos procedimentos aplicados, bem como apresentam particularidades relacionadas ao desenvolvimento do corpo, que ainda não está completo.

Entre os procedimentos mais procurados está a Neurocirurgia Funcional, responsável para caso de pacientes que sofrem de dor crônica, sendo ainda, um importante tratamento para Parkinson.

Por Neurocirurgião em Porto Alegre.

Veja mais sobre nossa equipe de Neurocirurgia em Porto Alegre.

 

Técnica Minimamente Invasiva

As técnicas minimamente invasivas têm o intuito de realizar um procedimento seguro e diminuir o tempo de internação dos pacientes.

Procura-se utilizar dos orifícios naturais do corpo humano, como o nariz, para introduzir câmeras de alta resolução que auxiliam no tratamento de lesões profundas no cérebro.

Essa técnica de neurocirurgia em Porto Alegre também permite incisões cada vez menores para tratar patologias cranianas que não poderão ser acessadas através do nariz, como tumores e hematomas cerebrais. Dependendo da sua localização, devem ser acessados por uma via transcraniana. A utilização de micro câmeras tem-se tornado uma ferramenta preciosa para o tratamento de diversas patologias cranianas.

Por Neurocirurgião em Porto Alegre.

Microcirurgia

zeiss 3 microscopio cirurgico

O microscópio cirúrgico é peça chave para o tratamento de diversas patologias neurocirúrgicas.

Com uma lente de 200-500 mm, o aparelho permite que o neurocirurgião obtenha uma visão ampla e detalhada da área a ser tratada, além de proporcionar uma imagem mais clara e nítida.

Outro importante aspecto desse aparelho para a neurocirurgia é a sua mobilidade, permitindo que o cirurgião mude de posição facilmente, se necessário.

A flexibilidade do microscópio proporciona maior conforto ao neurocirurgião, agilizando o processo cirúrgico e tornando a experiência muito mais amena, não só para a equipe como para o paciente.

Por Neurocirurgião em Porto Alegre.